PROBLEMA TÉCNICO. 2012

andresa soares

carlos monteiro

lígia soares

sara de la féria

Com este projecto pretende-se abordar os paradoxos que nos constituem, que criam a tensão que nos move e submete, mas que por nos serem tão constituintes e diversos dificilmente conseguimos ter a distância suficiente para os diagnosticar ficando assim pouco mais do que uma impressão.Esses paradoxos tendem a provocar incómodo e consequentemente discurso para que o incómodo amenize. São uma espécie de dor que não é profunda – é genérica, geracional, uma moinha. E por isso essa constante, essa comichão, essa omnipresença, só pode ser perceptível pela fragmentação, pela descontextualização e pela ironia. Entretanto o espectáculo “prometido” é algo que não chega realmente a acontecer.

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/5

CONCEPÇÃO|DIRECÇÃO_ Andresa Soares  CRIAÇÃO|INTERPRETAÇÃO_ Andresa Soares, Carlos Monteiro, Lígia Soares e Sara de la Féria  COMPOSIÇÃO E DIRECÇÃO MUSICAL_ Diogo Alvim  DESENHO DE LUZ_ Rui Alves / Dominique Le Guê  TRADUÇÃO|LEGENDAGEM_ Eduardo Brandão TELA_ Rita Barbosa ASSISTÊNCIA DE ENCENAÇÃO_ Marta Brito PERFORMERS CONVIDADOS_ Carlos Correia, Inês Lemos e Joana Gusmão PRODUÇÃO EXECUTIVA_ Maria João Garcia PRODUÇÃO_ Máquina Agradável CO-PRODUÇÃO_ Guimarães 2012- Capital Europeia da Cultura APOIOS_ ACCCA, Demimonde e Escola Francisco de Holanda

APRESENTAÇÕES

2012 - Fábrica ASA, CEC-Guimarães 2012 (Guimarães)

2013 – Teatro Municipal São Luiz (Lisboa)